LEI 71/2013  - FORAM CONTEMPLADAS 7 ESPECIALIDADES : ACUPUNCTURA, FITOTERAPIA, HOMEOPATIA, NATUROPATIA, OSTEOPATIA, MTC E QUIROPRAXIA.  Sairam apenas portarias para 6 delas. Estando ainda em falta a publicação da portaria para regulamentação da Homeopatia.

OUTRAS TERAPIAS

Acupuntura 1

Acupunctura

Terapia chinesa, universalmente difundida, que consiste na introdução de agulhas muito finas em determinados pontos do corpo do paciente.
O uso terapêutico de agulhas introduzidas em certos pontos do corpo data, segundo um livro chinês (o Nei Ching), do século XVIII a.C.
Hoje reconhecido pela medicina, o método baseia-se na ideia que a energia flui através do corpo e dos seus órgãos, em dois sistemas de linhas longitudinais chamadas meridianos. O equilíbrio no fluxo pelos dois sistemas garante uma condição saudável e bem-estar.

A introdução das agulhas (que pode ser associada a outras técnicas, como pressão digital, aquecimento, microimpulsos elétricos etc.) estimula, ou ‘ liberta’ esse fluxo que tem a capacidade de alterar diferentes condições fisiológicas e bioquímicas a fim de se obter o efeito desejado.

Alguns exemplos de efeitos fisiológicos observados ao longo de tratamento contínuo são: a redução de inflamações, o alívio da dor, bem como de espasmos musculares, além do aumento da contagem de células T, que estimulam o sistema imunológico.

Prof. Dr. Mitsuharu Tsuchiya

Director da Universidade Luso Nipónica de Medicina Integrativa

Fitoterapia

Fitoterapia

Fitoterapia é a utilização de plantas medicinais ou bioactivas, in natura ou secas, plantadas de forma tradicional, orgânica e/ou biodinâmica, preparadas de acordo com experiências populares tradicionais ou métodos científicos modernos.

Fitoterapia é o tratamento de doenças mediante o uso de plantas. Phyton, em grego, quer dizer “planta” e therapeia, “tratamento”. A fitoterapia é uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais nas suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias activas isoladas, ainda que de origem vegetal.

Prof. José Travassos Valdez

Herbo-Dietética: (Pentalfa, Instituto Naturista e Federação Politécnica Espanhola de Diplomados).

Fitoterapia é a utilização de plantas medicinais ou bioactivas, in natura ou secas, plantadas de forma tradicional, orgânica e/ou biodinâmica, preparadas de acordo com experiências populares tradicionais ou métodos científicos modernos.

Fitoterapia é o tratamento de doenças mediante o uso de plantas. Phyton, em grego, quer dizer “planta” e therapeia, “tratamento”. A fitoterapia é uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais nas suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias activas isoladas, ainda que de origem vegetal.

Prof. José Travassos Valdez

Herbo-Dietética: (Pentalfa, Instituto Naturista e Federação Politécnica Espanhola de Diplomados).

Homeopatia 3

Homeopatia

Quais as diferenças da medicina clássica em relação a medicina homeopática ?

A Homeopatia diferencia-se essencialmente da medicina clássica porque não é uma medicina de um sintoma, nem mesmo de uma doença, mas a medicina daquela pessoa em particular.

O homeopata cuida do paciente antes de mais nada pelo que ele é, muito mais do que por aquilo que ele apresenta. Diante de uma infecção, o médico clássico procura indicar a antibioticoterapia para eliminar o micróbio, ao passo que o homeopata procura o remédio que permita ao paciente defender-se contra o micróbio.

A Homeopatia cura tudo?

Ninguém hoje iniciaria um tratamento de meningite ou de uma tuberculose com Homeopatia, por uma simples questão de bom senso.

Quando as reações de defesa do organismo estão esgotadas ou com risco de esgotar-se rapidamente, deve-se recorrer ao poderoso arsenal da medicina clássica, o que não impedirá que se volte à Homeopatia, para um melhor equilíbrio da saúde do indivíduo, uma vez superado e curado o episódio grave.

Porque, na realidade, não são os métodos terapêuticos que se opõem; às medicinas, pelo contrário, são complementares.

 E preciso ressaltar que o homeopata precisa considerar, para uma síntese do homem doente, a absoluta necessidade de se estabelecer um diagnóstico preciso, um perfeito interrogatório, um exame clínico minucioso e apoiando-se, se necessário for, em técnicas de investigação habituais, como exames de laboratório etc.

Dra. Míriam Sommer

naturopatia

Naturopatia

Naturopatia ou medicina naturopata, é um sistema de medicina baseado no poder de cura da natureza. Naturopatia é um sistema holístico, ou seja, os médicos naturopatas esforçam-se para encontrar a causa da doença pela compreensão do corpo, mente e espírito da pessoa. A maioria dos médicos naturopatas usam uma variedade de terapias e técnicas (como a nutrição, a mudança de comportamento, fitoterapia, homeopatia e acupuntura). 

Há duas áreas de foco em naturopatia: uma é apoiar as habilidades de cura do corpo próprio, e a outra é capacitar o paciente para fazer mudanças de estilo de vida necessárias para a melhor saúde possível. Enquanto os médicos naturopatas tratam através de sessões curtas da doença e condições crónicas  sua ênfase é na prevenção da doença e educação dos pacientes.

osteopatia

Osteopatia

Osteopatia é um sistema autónomo de cuidados de saúde primário, que se baseia no diagnóstico diferenciado, bem como no tratamento de várias disfunções e prevenção da saúde, sem o auxílio de fármacos ou cirurgia. A Osteopatia enfatiza a sua ação centrada no paciente, ao invés do sistema convencional centrado na doença. A Osteopatia utiliza várias técnicas terapêuticas manuais entre elas a da manipulação do sistema musculoesquelético (ossos, músculos e, articulações) para ajudar no tratamento de doenças.

A Osteopatia foi criada pelo médico americano Andrew Taylor Still durante a guerra civil americana no final do séc. XIX. Foi através da observação e investigação que fez uma correlação entre as patologias e a suas manifestações físicas.

Os tratamentos usam uma abordagem holística da saúde, considerando que a capacidade de recuperação do corpo pode ser aumentada pela estimulação das articulações. Na prática, os tratamentos da osteopatia estão enfocados em dores nas costas, pescoço e demais articulações.

MTC

Medicina Tradicional Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) também conhecida como medicina chinesa é a denominação usualmente dada ao conjunto de práticas de Medicina Tradicional em uso na China, desenvolvidas ao longo dos milhares de anos da sua história. A Medicina Chinesa teve a sua origem ao longo do Rio Amarelo, tendo formado a sua estrutura académica há muito tempo. Ao longo dos séculos, passou por muitas inovações em diferentes dinastias, tendo formado muitos médicos famosos e diferentes escolas. É considerada uma das mais antigas formas de Medicina Oriental, termo que engloba também as outras medicinas da Ásia, tais como os sistemas médicos tradicionais do Japão, Coreia, do Tibete, da Mongólia e da Índia.

A Medicina Chinesa (MTC) fundamenta-se numa estrutura teórica sistemática e abrangente, de natureza filosófica. Tendo como base o reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo humano, e a sua interação com o ambiente segundo os ciclos da natureza, procura aplicar esta abordagem tanto ao tratamento das doenças quanto à manutenção da saúde através de diversos métodos. Inscrições em ossos e carapaças de tartarugas das dinastias Yin e Shang, há 3.000 anos evidenciam registos medicinais, sanitários e uma dezena de doenças. Segundo registos da dinastia Zhou existiam métodos de diagnósticos tais como: a observação facial, a audição da voz, questionamento sobre eventuais sintomas, tomada dos pulsos para observação dos Zang-fu (órgãos e vísceras), assim como indicações para tratamentos terapêuticos como a acupunctura ou cirurgias. Já por essas épocas incluía nos seus princípios o estudo do Yin-Yang, a teoria dos cinco elementos e o sistema de Meridianos do corpo

Actualmente são oito os principais métodos de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa:

  1. Fitoterapia chinesa (fármacos)
  2. Acupunctura
  3. Tuina ou Tui Ná (massagem e osteopatia chinesa)
  4. Dietoterapia (terapia alimentar chinesa)
  5. Auriculoterapia (tratamento pela orelha)
  6. Moxabustão
  7. Ventosaterapia
  8. Práticas físicas (exercícios integrados de respiração e circulação de energia, e meditação como: Chi Kung, o Tai Chi Chuan e algumas artes marciais consideradas métodos profiláticos para a manutenção da saúde ou formas de intervenção para recuperá-la.
quiropraxia

Quiropraxia

De acordo com a Federação Mundial de Quiropraxia e a Organização Mundial de Saúde, a Quiropraxia é uma profissão que se dedica ao diagnóstico, tratamento e prevenção das disfunções mecânicas do sistema neuromusculoesquelético e os efeitos dessas disfunções na função normal do sistema nervoso e na saúde geral.